R$ 7,5 bilhões em reparação

A Petrobras deverá pagar R$ 7,5 bilhões à Itaboraí (RJ), por reparação de prejuízos causados ao município devido a paralisação das obras do Comperj (Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro). A decisão foi dada durante audiência pública realizada na Alerj (Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro), por CPI criada para investigar a crise fiscal que se alastrou pelos cofres públicos do estado fluminense. A construção foi interrompida devido aos respingos dos escândalos da Petrobras na Lava Jato caíram sob o complexo.

A paralisação acarretou em prejuízos severos a Itaboraí, que afetou drasticamente cerca de 30 mil empregos, segundo o prefeito do munícipio. O pagamento da estatal para como forma de retratação dos danos depende ainda de ser assinado formalmente através do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), que tem previsão para ser assinado até setembro próximo.

Fique por dentro das principais notícias de petróleo, gás, energia, biocombustíveis, onshore e offshore. Lembre-se: seu negócio passa por aqui! Confira o portal da Panorama Offshore em www.panoramaoffshore.com.br / www.facebook.com/panoramaoffshore / @panoramaoffshore

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Deixe uma resposta