Reajustes da Petrobras serão avaliados pelo Senado e TCU

A Comissão de Transparência, Governança, Fiscalização e Controle e Defesa do Consumidor (CTFC) do Senado aprovou durante votação realizada na terça-feira, 23, e irá apurar com o auxílio do TCU (Tribunal de Contas da União) a atual política de reajuste de combustíveis praticada pela Petrobras. A Comissão poderá realizar audiência pública antes de apresentar, discutir e votar o relatório final da proposta.

A investigação irá apurar a política de preços adotada pela Petrobras desde outubro de 2016, que afeta principalmente o valor da gasolina, do diesel e do gás de cozinha. Os reajustes dos combustíveis vêm sendo influenciados pelo fluxo do mercado internacional, causando maior imprevisibilidade no bolso do consumidor brasileiro.

Em março deste ano, a pedido do governo federal diante da ameaça de greve dos caminhoneiros, a Petrobras estendeu o prazo de reajuste do combustível, se comprometendo a não fazer alterações de preços em até 15 dias. Anteriormente, o período era de até sete dias.

Divulgação de preços
A Petrobras alterou a forma de divulgação dos preços do diesel e da gasolina vendidos no Brasil, sendo agora disponíveis diariamente através do site da estatal. De acordo com a petroleira, a medida visa dar mais transparência ao processo, uma vez que os preços eram divulgados com base em uma média dos preços no País.

No portal da Panorama Offshore você tem acesso a notícias de conteúdo ilimitado sobre tudo que envolvem os mercados dos setores de petróleo, gás, energias, onshore e offshore. Lembre-se: Seu negócio passa por aqui! Acesse e confira em www.panoramaoffshore.com.brwww.facebook.com/panoramaoffshore / @panoramaoffshore

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

8 comentários em “Reajustes da Petrobras serão avaliados pelo Senado e TCU

Deixe uma resposta