Reajustes de percentuais de “conteúdo local” estão por vir

Com base no requerimento protocolado pelo deputado Sergio Souza (MDB-PR), a Comissão de Finanças e Tributação (CFT) da Câmara dos Deputados deve fazer uma audiência pública para debater a fixação de conteúdo local, apoiado no Projeto de Lei 7401/2017, que estabelece uma política de investimento nacional para as atividades de exploração e produção de petróleo, gás natural e outros hidrocarbonetos fluidos.

A comissão pretende convidar para a reunião, representantes do Ministério da Economia, Abimaq, IBP e a ex diretora-geral da ANP, Magda Chambriard.

Em agosto, o relatório que propôs algumas reformas nos índices, apresentado pelo deputado Altineu Cortês (PL-RJ) foi aprovado pela Comissão de Minas e Energia da Câmara dos Deputados, na forma de um substitutivo ao PL 7401/2017 e a outros dois projetos (PLs 8629/17 e 9302/17).

A reforma traz mudanças em alguns percentuais, como por exemplo:

– Para concessão em terra na fase de produção: de 25% para bens e 25% para serviços;

– No mar, a exploração na partilha sofreu uma elevação do global mínimo para 20%;

– A construção de poços ganhou um aumento de 25% (vigente) para mínimo de 30%, sendo 25% para bens e 5% para serviços;

– O sistema de coleta e escoamento tem o mesmo índice vigente de 40%, mas aponta mínimos de 30% para bens e 10% para serviços;

– O serviço de desenvolvimento e produção em plataformas possui um mínimo de 30%, sendo 25% para bens e 5% para serviços.

Além dessas alterações, o projeto determina a adoção de multas a empresas que não comprovarem a aplicação dos percentuais e adota preferência a fornecedores brasileiros, desde que suas ofertas apresentem condições melhores ou iguais a de fornecedores estrangeiros. Lembrando que esses percentuais não serão aplicados para licitações de blocos exploratórios em curso e em áreas com acumulações marginais.

Acompanhe o que acontece no mercado de petróleo e gás através da Panorama Offshore e obtenha informações e notícias de qualidade sobre petróleo, gás, energias, pré-sal, biocombustíveis, combustíveis, gasolina, Petrobras e offshore.

Lembre-se: Seu negócio passa por aqui. Confira: www.panoramaoffshore.com.br e www.facebook.com/panoramaoffshore   / @panoramaoffshore

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:


Deixe uma resposta