Redução na produção americana pode ajudar a valorizar o preço do barril

Relatório anual norte-americano mostra que a produção de petróleo nos Estados Unidos deve ter um crescimento lento em 2019. Segundo essa previsão, a produção pode subir em 840 mil bpd para 11,5 milhões de barris por dia no próximo ano, número abaixo da expectativa anterior.

Apesar da alavancada da produção de “shale” na década de 70, por conta das limitadas capacidades de extração nos oleodutos, as atividades de perfuração na bacia de Permian, maior petrolífera americana, têm sido reduzidas. Se por um lado a questão pode ser negativa para os Estados Unidos, os membros da Opep agradecem a “adesão forçada” do país norte-americano na redução global de produção para a valorização da commodity.

Fique ligado em tudo sobre o mercado de petróleo, gás, energia, biocombustíveis, onshore e offshore. Lembre-se: seu negócio passa por aqui! Acesse: www.panoramaoffshore.com.br ou www.facebook.com.br/panoramaoffshore



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *