Reservas americanas tem nova queda

Os Estados Unidos reduziram suas reservas de petróleo, contrariando analistas que esperavam um aumento, segundo dados desta quarta-feira (21) da Agencia de Informação Energética (EIA) americana. Durante a semana encerrada em 16

de março, as reservas comerciais de petróleo caíram 2,6 milhões de barris, a 428,3 milhões.
Os estoques do terminal de Chushing, usado como referência para a cotação do WTI em Nova York, subiram pela segunda semana seguida, após dez semanas de quedas. Tiveram uma alta de 900 mil barris, a 29,4 milhões. As reservas de gasolina perderam 1,7 milhão de barris, enquanto especialistas esperavam uma alta de apenas 2,45 milhões.

Os estoques de destilados caíram 2 milhões de barris, enquanto analistas estimavam 2,25 milhões de barris. A produção de petróleo, que já estava em níveis inéditos, continuou a aumentar. Os Estados Unidos extraíram uma média de 10,41 milhões de barris ao dia, contra 10,38 da semana anterior.

As exportações da commodity subiram a 1,57 milhão de barris diários, o volume mais alto desde novembro. Isso confirma a posição privilegiada dos Estados Unidos no mercado mundial. Já as importações caíram a 7,1 milhões de barris ao dia, contra 7,6 milhões semana anterior. Fonte: Uol Economia.
Continue acompanhando tudo o que acontece no mercado de petróleo e gás através da Panorama Offshore e obtenha informações e notícias de qualidade sobre petróleo, gás, energias, pré-sal, combustíveis, gasolina, Petrobras e offshore. Lembre-se: Seu negócio passa por aqui. Confira: www.panoramaoffshore.com.br www.facebook.com/panoramaoffshore.
ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

9 comentários em “Reservas americanas tem nova queda

Deixe uma resposta