Reservas de petróleo da Petrobras recuaram em 2016

As reservas de petróleo e gás natural equivalentes da Petrobras atingiram montante de 13,279 bilhões em 31 dezembro de 2016, o que pelos critérios ANP/SPE (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis / Society of Petroleum Engineers) é 5,7% menor do que foi atingido em 2015.

Outro órgão que também detectou recuo nas reservas foi a SEC (Securities and Exchange Commission, a xerife do mercado de ações americano), que usando seus critérios de avaliação, pontuou em 2016 um total de 9,672 bilhões de barris de óleo equivalente (boe), o que registar recuo de 8,02% em comparação a 2015, onde as reservas marcaram 10,516 bilhões boe.

O valor das reversas consideradas efetivamente pelo mercado são as realizadas pela ANP/SPE. Mas a Petrobras utiliza os critérios da SEC em 95% das suas reservas, sobretudo, para efeito de balanço. A diferença principal entre as avaliações é o preço do petróleo considerado no cálculo da viabilidade econômica das reservas.

A Petrobras informou que no cálculo de 2016 foram adicionados milhões de barris em recentes descobertas e perfuração de novos poços. A empresa pontuou que no ano passado foram produzidos 925 milhões de barris de óleo equivalente e o Índice de Reposição de Reservas (IRR) foi 34%. Segundo a estatal, em 2016, o Índice de Desenvolvimento (ID), que relaciona as reversas desenvolvidas e as reservas provadas, foi de 50%.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

3 comentários em “Reservas de petróleo da Petrobras recuaram em 2016

Deixe uma resposta