Retração na produtividade do petróleo sergipano

De acordo com estudos realizados pela Agencia Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), houve um declínio na produtividade do óleo, em Sergipe, no mês de novembro. Esse fato que decorreu desde setembro deste ano quando a demanda de petróleo chegou à casa dos 903,5 mil barris registrando um percentual de 2,6% abaixo da sua produtividade do mês anterior.

No início de 2016, a produtividade do petróleo sergipano alcançou 8,6 milhões de barris equivalentes tendo um encolhimento de 10,7% em contrapartida ao mesmo mês, em 2015, quando a produtividade rendeu cerca de 9,6 milhões de barris.

Análises iniciais indicaram que a produção chegou à casa dos 239,5 mil barris equivalentes de petróleo em alto mar, com uma retração de 4,8% em relação ao mês de agosto desse ano, e ainda em comparação ao mês de setembro, foi ainda menor, chegando a 4,6%.

A demanda do petróleo retirado do mar rendeu 26% de tudo. Já em terras, essa produtividade respondeu pelos percentuais de 73,5% do resto, ficando no valor mais próximo dos 663 mil barris equivalentes de petróleo, revelando uma diminuição de 1,7% em relação ao mês de agosto, que representou 14,5% nesta mesma produção em setembro do ano passado.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Deixe uma resposta