RN conquista pódio de matriz energética eólica no País

O marco de dez anos do primeiro leilão de energia eólica repercutiu grandes resultados. De lá pra cá, o Rio Grande do Norte, que teve mais projetos contratados, faturou em torno de R$ 15 bilhões e conquistou a posição de matriz energética do País. A região sozinha possui produção de 30% de capacidade eólica total do Brasil.

Atualmente, o estado nordestino possui 151 parques instalados, mais de 1,5 mil aerogeradores ativos e, de acordo com o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), com o funcionamento de dois parques da Copel, em São Bento do Norte, alcançou 4 gigawatts de produtividade. Como uma nova forma de captação dessa energia, a Petrobras anunciou a implantação da primeira planta eólica no mar, que será instalada no polo Guamaré, no Litoral Norte, até 2022.

Não deixe de acompanhar as notícias importantes no mercado de petróleo, gás, energias, gasolina, combustíveis, Petrobras, onshore e offshore, no portal da Panorama Offshore. Lembre-se: seu negócio passa por aqui! Confira em: www.panoramaoffshore.com.brwww.facebook.com/panoramaoffshore e Instagram @panoramaoffshore.

 

 

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Deixe uma resposta