Rússia eleva produção de petróleo

A produção de petróleo da Rússia cresceu em março para uma máxima em onze meses de 10,97 milhões de barris por dia (bpd), um pouco acima do limite acordado sob um pacto de oferta global, mostraram dados do Ministério de Energia do país nesta segunda-feira.

Foi o primeiro aumento na produção russa desde dezembro e o maior nível desde a produção de 11 milhões de bpd registrada em abril de 2017.

Sob um acordo entre integrantes da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e outros produtores que entrou em vigor no ano passado, Moscou prometeu reduzir a produção em 300 mil bpd, de uma base de 11,247 milhões de bpd observada em outubro de 2016.

O Ministério de Energia disse que em março cortou a produção em cerca de 280,22 mil bpd ante o nível de outubro de 2016. “A Rússia atingiu um cumprimento dos cortes de produção (com o acordo da Opep) de 93,4 por cento. As flutuações dos hidrocarbonetos líquidos em março foram devidas a uma alta demanda por gás e sazonalidade no mercado doméstico”, disse o ministro de Energia, Alexander Novak, em comunicado.

“A Rússia está totalmente comprometida em alcançar o equilíbrio no mercado de petróleo”, acrescentou. A produção russa em março subiu ante 10,95 milhões de bpd registrados em fevereiro. Em toneladas, totalizou 46,39 milhões, contra 41,836 milhões em fevereiro. Fonte: Jornal Extra.

Acompanhe tudo o que acontece no mercado de petróleo e gás através da Panorama Offshore e obtenha informações e notícias de qualidade sobre petróleo, gás, energias, pré-sal, combustíveis, gasolina, Petrobras e offshore. Lembre-se: Seu negócio passa por aqui. Confira: www.panoramaoffshore.com.br www.facebook.com/panoramaoffshore.



Deixe uma resposta