Setor de energia sofre impacto de R$ 5,4 bilhões

De acordo com o Ministérios de Minas e Energia (MME), o impacto da pandemia de covid-19 nas distribuidoras de energia atingiu R$ 5,4 bilhões entre 18 de março e 17 de maio. Para fazer esse balanço, o Ministério leva em consideração a perda de faturamento e a inadimplência adicional no período posterior a 18 de março, em comparação com um período de normalidade, em 2019. 

De R$ 5,4 bilhões, R$ 3,2 bilhões são relativos à inadimplência, que atingiu 11,84% e chegou a 14,05% no início do mês. Nos últimos 30 dias, o MME estima que deixaram de ser pagos, por conta da crise, R$ 1,7 bilhão às distribuidoras. Mais R$ 1,6 bilhão deixaram de ser faturados, quando compara-se com a média do 1º semestre de 2019

Na última segunda-feira (18), o governo publicou o decreto 10.350, que cria a Conta-COVID, medida para socorrer o setor elétrico dos impactos da crise e regulamenta trecho da MP 950/20, que garante gratuidade na tarifa de energia elétrica para consumidores de baixa renda e abre a possibilidade de ajuda às distribuidoras do setor. A MP ainda não foi aprovada pelo Congresso Nacional e pode sofrer alterações.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

2 comentários em “Setor de energia sofre impacto de R$ 5,4 bilhões

Deixe uma resposta