Setor de petróleo poderia receber investimento de R$240 bi

A retomada de projetos na área de exploração e produção que estão travados porque se encontram em andamento ou em vias de ser contratados poderia injetar R$240 bilhões em investimentos no setor de petróleo e gás natural do Brasil. A informação é do diretor-geral da ANP, Décio Oddone, dada durante palestra a empresários na sede da Firjan, no Rio.

Entre os projetos travados, estão os do Campo de Libra e da cessão onerosa da Petrobras. Segundo informou o executivo, existem vários projetos já em andamento no campo do pré-sal que poderiam contribuir para a retomada do crescimento da economia e aquecimento do setor petrolífero nacional, resultando, inclusive, em elevados investimentos para o país.  

A realização de novos leilões também servirá para alavancar o setor. De acordo com Oddone, os pregões previstos para até 2019 poderão gerar investimentos de até US$ 83 bilhões nos próximos 35 anos, dos quais cerca de US$ 30 bilhões serão direcionados a projetos no litoral do Estado do Rio de Janeiro.

Ao que parece, segundo o diretor, está sendo criada uma nova indústria do petróleo no Brasil, sendo esta, uma das maiores transformações desde a criação da Petrobras e, que deve ser notada em poucos anos. O executivo constatou ainda que a crise política não reduziu o interesse dos investidores nas rodadas de licitação.

Mantenha-se informado sobre tudo o que acontece no mercado de petróleo, gás, energias, gasolina, combustíveis, Petrobras, onshore e offshore, aqui na Panorama Offshore. Seu negócio passa por aqui. Confira: www.panoramaoffshore.com.br. www.facebook.com/panoramaoffshore.



Deixe uma resposta