Setor elétrico perde R$ 4,6 bilhões com pandemia

Segundo informou o Ministério de Minas e Energia (MME), em boletim sobre o impacto da covid-19, o setor elétrico já perdeu em média R$ 4,623 bilhões, devido à queda nas vendas e o aumento de inadimplências – a maior parte desse valor, ou R$ 3,478 bilhões, se refere ao aumento de inadimplências.

De acordo com o MME, o nível de inadimplência no setor desde o dia 18 de março chegou a 15,08%, número quase cinco vezes maior do que a média registrada no primeiro semestre de 2019, de 3,27%. Com isso, as distribuidoras deixaram de arrecadar R$ 3,478 bilhões desde o início da pandemia.

Há também um impacto estimado de R$ 2,057 bilhões decorrente da redução do faturamento por causa da pandemia. O MME aponta que somente no último domingo a carga média de energia do Sistema Interligado Nacional foi 17,16% menor em relação à curva típica anterior às medidas de restrição. 

Devido ao quadro, o MME pretende incluir no empréstimo a postergação de parcelas que aumentariam o valor da conta de luz neste ano. Já a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) busca recursos de fundos setoriais que possam ser transferidos ao caixa das distribuidoras, como os fundos de pesquisa e desenvolvimento tecnológico ou o saldo das contas de bandeiras tarifárias, para reduzir o valor do crédito.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

3 comentários em “Setor elétrico perde R$ 4,6 bilhões com pandemia

Deixe uma resposta