Unidade replicante da Galp entra em produção na Bacia de Santos

A empresa portuguesa do setor de energia, Galp, anunciou que entrou em produção a primeira unidade replicante (FPSO P-66) nos campos de Lula e Iracema, na bacia de Santos. A empresa também informou que essa é a sétima unidade a entrar em operação no Campo de Lula/Iracema, em seis anos.

A P-66 deverá ser interligada a um total de dez poços produtores e oito injetores, encontrando-se a aproximadamente 290 quilómetros da costa do estado do Rio de Janeiro, ancorada a uma profundidade de água de 2.150 metros.

No Brasil, onde a Galp detém sete das oito unidades em produção, nos campos de Lula e Iracema, está prevista a entrada em produção de mais uma unidade de produção no Brasil – Lula Norte ainda em 2017.

Mantenha-se informado sobre o mercado de petróleo, gás, energias, gasolina, combustíveis, Petrobras, onshore e offshore você também. Acesse o site da Panorama Offshore ou o Facebook.  Lembre-se: seu negócio passa por aqui. Confira: www.panoramaoffshore.com.br   www.facebook.com/panoramaoffshore.



Deixe uma resposta