Óleo russo: exportação para EUA surpreende o mundo

As vendas de petróleo da Rússia para os Estados Unidos atingiram alta de seis anos segundo dados da Administração de Informação de Energia (EIA, na sigla em inglês). Os EUA importaram 61,75 milhões de barris de petróleo bruto e produtos petrolíferos dos russos entre janeiro a maio de 2019, superando os 56 milhões de bdp no mesmo período em 2018.

Analisando os números da EIA, de acordo com o portal de notícias RBC, as vendas de óleo para os americanos atingiram quase US$ 3 bilhões no primeiro semestre deste ano, ante US$ 1,6 bilhão no mesmo período do ano passado. Sendo assim, a Rússia superou a Venezuela — que sofreu forte queda nas suas exportações devido às recentes sanções impostas pelo governo Trump — e se tornou o oitavo maior exportador de petróleo para os Estados Unidos, informou a RBC. Em termos de vendas para os EUA no setor petrolífero, os russos perdem apenas para o Canadá.

Embate comercial

Em janeiro, os Estados Unidos impuseram sanções comerciais ao negócio mais importante da Venezuela: produção e venda de petróleo bruto, que responde por mais de 95% da receita de exportação dos venezuelanos. Sendo assim, a produção dos países caiu cerca de 40%.

Neste mês, os EUA impuseram um congelamento generalizado dos ativos da Venezuela em território norte-americano e ameaçaram punir qualquer empresa que trabalhasse com o governo de Nicolas Maduro.

Confira quais são as principais notícias dos setores de petróleo, gás, energia, gasolina, combustível, onshore, offshore e tecnologia através do portal da Panorama Offshore. Lembre-se: seu negócio vem por aqui! Acesse: www.panoramaoffshore.com.br/ www.facebook.com/panoramaoffshore /@panoramaoffshore



Deixe uma resposta