Venezuela pode privatizar setor de petróleo

Fontes informaram à Bloomberg que o governo do presidente Nicolás Maduro, na Venezuela, propôs entregar ações e o controle de sua indústria petrolífera a grandes empresas multinacionais. Isso tudo devido ao colapso econômico e as fortes sanções que o país está enfrentando, porém, a proposta ainda está num estágio inicial e tem muitos obstáculos à frente.

Representantes do governo estariam tendo conversas com empresas como a Rosneft PJSC, da Rússia, a Repsol, da Espanha, e a ENi SpA, da Itália. O objetivo seria que elas ocupassem instalações petrolíferas e reestruturassem algumas dívidas da estatal Petróleos de Venezuela SA (PDVSA) em troca de ativos da empresa.

A PDVSA, que já foi uma petroleira de muito prestígio e capaz de produzir 3,5 milhões de barris por dia, agora só consegue produzir 700 mil. Além disso, as reservas cambiais do banco central venezuelano estão no nível mais baixo em 30 anos, enquanto as reservas em espécie do governo somam menos de US$ 1 bilhão.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Deixe uma resposta