A espaçonave chinesa recebeu imagens completas de Marte

PEQUIM (Reuters) – Uma espaçonave chinesa disse nesta quarta-feira que orbitou Marte 1.300 vezes desde o início do ano passado e obteve dados de imagens que cobrem todo o planeta, incluindo imagens de seu polo sul.

O Tianwen-1 da China chegou com sucesso ao Planeta Vermelho em fevereiro de 2021. Um rover robótico foi usado na superfície para explorar o planeta a partir de um espaço orbital.

As imagens tiradas do espaço incluem as primeiras fotos da China do Pólo Sul em Marte, onde todas as fontes de água do planeta estão bloqueadas.

Em 2018, uma sonda orbital da Agência Espacial Europeia descobriu água sob o gelo do Pólo Sul do planeta.

Encontrar a localização das águas subterrâneas é importante para determinar o potencial de vida no planeta e fornecer evidências permanentes para qualquer estudo humano lá.

Outras imagens de Tianwen-1 incluem fotografias dos vales Marineris de 4.000 quilômetros (2.485 milhas) e as crateras das montanhas ao norte de Marte chamadas Arabia terra.

Tianwen-1 enviou imagens de alta resolução da borda do vasto abismo da montanha e uma visão de cima para baixo do Ascendant Mons de 18.000 metros (59.055 pés), um grande vulcão em escudo detectado pela Mariner 9 da NASA. A espaçonave há cinco décadas.

(Reportagem de Ryan Woo. Edição de Jerry Doyle)

READ  Receita da Uber no segundo trimestre de 2022

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.