Ásia aposta em petróleo novo dos EUA para substituir Irã

Um novo tipo de petróleo leve dos EUA, chamado de “West Texas Light”, está sendo ofertado aos compradores da Ásia, à medida que os asiáticos buscam alternativas para substituir o petróleo iraniano, e um óleo ultra-leve conhecido como “condensado”, para os maiores fabricantes de plástico da região. O petróleo americano, que é de natureza leve e doce, produz uma alta proporção de nafta e outros destilados quando processados, com baixos níveis de impurezas, como o enxofre.

O West Texas Light é produzido na Bacia Permiana, no oeste do Texas e no Novo México, eis de onde se origina o seu nome. O combustível representa 20% da produção na área, sendo comercializado para refinadores do norte da Ásia como insumo petroquímico e insumo de refinaria, que é uma alternativa ao condensado iraniano.

Companhias sul-coreanas e petroquímicas do setor já estão adquirindo o West Texas Light, a S-Oil Corp e Hyundai Oilbank Co., por exemplo, compraram recentemente o petróleo americano para ser entregue em setembro e outubro, respectivamente. A Hyundai Oilbank comprou o óleo bruto, enquanto a S-Oil Corp usará a matéria-prima para substituir os suprimentos mais caros do Catar, já que a empresa geralmente não compra petróleo.

Depois que os EUA reduziram as renúncias permitindo compras no estado do Golfo Pérsico, os processadores asiáticos buscam agora encontrar substitutos para o petróleo do Irã e um óleo ultra-leve classificado como “condensado”.

Na Coréia do Sul, as companhias com unidades construídas para decomporem a condensação nos blocos de construção, no entanto, foram as mais afetas em razão de uma parada no fluxo iraniano em South Pars (o maior campo de gás natural do mundo). Isso levou os compradores coreanos a importarem suprimentos alternativos de países como Nigéria, Noruega e Estados Unidos.

Leia as principais notícias dos setores de petróleo, gás, energia, biocombustíveis, tecnologia, onshore e offshore, através do portal da Panorama Offshore. Lembre-se: seu negócio passa por aqui! Clique aqui: www.panoramaoffshore.com.br / www.facebook.com/panoramaoffshore / @panoramaoffshore

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Deixe uma resposta