Brasil não aceita participar de cortes de produção de petróleo

O secretário de petróleo e gás do ministério de Minas e Energia, Márcio Félix, disse que o Brasil vem sendo sondado por países estrangeiros, entre eles a Arábia Saudita, para participar dos cortes de produção de petróleo acordados entre os membros da Opep e outros produtores. Contudo, Felix disse que a legislação e o posicionamento do mercado brasileiro impedem a participação do País na Opep, sobretudo, porque a intenção nacional é aumentar a produção para atrair mais investimentos.

De acordo com Félix, os produtores estão preocupados com a produção do Brasil, visto que o acordo entre o cartel busca restringir a extração em 1,8 milhão de barris por dia (bpd) até março de 2018, a fim de valorizar a commodity. Enquanto no Brasil, atual líder em produção de petróleo da América Latina, a extração subiu 3% em setembro, aumentando para 2,65 milhões de barris por dia, perante agosto. E segundo a ANP, até 2027 a produção brasileira poderá dobrar para mais de 5 milhões de bpd.

Continue acompanhando a Panorama Offshore e mantenha-se informado sobre tudo o que acontece no mercado de petróleo, gás, energias, pré-sal, combustíveis, gasolina, Petrobras e offshore. Lembre-se: Seu negócio passa por aqui! Confira: www.panoramaoffshore.com.br e  www.facebook.com/panoramaoffshore



Deixe uma resposta