Carga de energia brasileira deve recuar 3% este ano

O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) informou, na última terça-feira (28), que a carga de energia do Brasil deve registrar uma queda de 3% em 2020, devido aos impactos oriundos da pandemia que se concentrou no primeiro semestre do ano. 

No entanto, segundo a revisão quadrimestral realizada pelo operador em parceria com a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) e a Empresa de Pesquisa Energética (EPE), a margem deve apresentar uma retomada no segundo semestre. Em comunicado, o ONS disse que a previsão leva em conta uma queda de 5% no PIB brasileiro neste ano.

Para o período de 2020 a 2024, os órgãos do setor elétrico passaram a ver um avanço de 3,9%. “Os impactos negativos da crise na confiança dos agentes restringem um crescimento mais forte do PIB em 2021”, disse o ONS em nota, estimando um crescimento de 4,3% da carga no ano que vem. “Nos anos seguintes, o crescimento projetado é de 3,9% em 2022; de 3,7% em 2023; e de 3,6% em 2024”, concluiu.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Um comentário em “Carga de energia brasileira deve recuar 3% este ano

Deixe uma resposta