China aproveita para comprar petróleo em meio à crise

A China, o maior importador de petróleo do mundo, está aproveitando o conturbado panorama dos preços do petróleo para planejar comprar barris de óleo e manter suas reservas abastecidas. Somente neste ano, a baixa do produto já chega a 60%. A informação é da Bloomberg.

No mais, a China pediu às agências governamentais para coordenar o abastecimento dos tanques. Vale lembrar que o governo chinês tem se mostrado relutante em divulgar informações sobre o tamanho ou uso de suas reservas. Além das reservas estatais, o governo chinês também pode usar estoques comerciais para armazenamento e incentivar empresas a abastecer os próprios tanques.

De acordo com a informação, a meta é manter estoques estatais equivalentes a 90 dias de importações líquidas (a cerca de 900 milhões de barris), podendo ser estendido para 180 dias ao incluir reservas comerciais. Sabendo disso, analistas de petróleo estimam que o volume seria equivalente à compra de 80 milhões a 100 milhões de barris adicionais pela China ao longo do ano.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Deixe uma resposta