China planeja compra conjunta de petróleo

China Petroleum & Chemical, PetroChina, Cnooc e Sinochem, grandes estatais chinesas do setor de petróleo, estão planejando formar um grupo de compradores do insumo visando aumentar seu poder se negociação e diminuir a concorrência.

De acordo com fontes, os executivos das quatro empresas estariam em negociações finais do plano. No mais, a proposta também teria ganho apoio do governo da China e de relevantes setores de regulamentação do setor. Ao se unir, o grupo chinês espera ter mais voz e poder de negociação.

Dentre as pretensões do novo grupo, estão as ofertas em conjunto para tipos de petróleo da Rússia e da África no mercado à vista, por exemplo. Ainda não se sabe como se dará o acordo, mas o grupo representa refinarias importadoras de mais de 5 milhões de barris de petróleo por dia. Em tese, com o acordo, o grupo se tornaria o maior comprador de petróleo no mundo, com volume de quase 20% da produção total da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP).

Vale lembrar que a China caminha para uma recuperação após a crise do novo coronavírus. No momento, o mercado está quase nos níveis pré-vírus.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Deixe uma resposta