Europa: mercado de gás pode entrar no vermelho

Segundo a Bloomberg, após uma forte queda na demanda e os estoques em alta terem pressionado as cotações, preços negativos podem chegar ao gás no mercado europeu. Na última sexta-feira (22), por exemplo, no mercado de referência para o gás na Europa, o preço para o dia seguinte do gás caía 20%, para 2,50 euros por megawatt-hora, o equivalente a menos de 1 dólar por milhão de unidades térmicas (BTU). Preços à vista no Reino Unido também caíram até 30%.

Os preços do gás holandês e britânico despencaram devido à fraca demanda em meio a medidas de isolamento contra o coronavírus e à forte produção de renováveis, que somam-se a um mercado já em sobreoferta e com pouco espaço disponível restante para armazenamento

“Se a oferta continuar com essa força até que os estoques estejam cheios, nós poderemos possivelmente ver preços negativos em algum momento, uma vez que não há sinal de melhora no lado da demanda”, disse um operador.  

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Deixe uma resposta