IEA fala sobre situação de ataque na Arábia Saudita

No sábado (14), a IEA (Agência Internacional de Energia) declarou em nota estar monitorando o atual cenário na Arábia Saudita após o ataque em duas instalações petroleiras. “Estamos em contato com as autoridades sauditas, bem como os principais países produtores e consumidores. Por enquanto, os mercados são bem supridos com amplos estoques comerciais.”

Entenda o caso: Na madrugada de sexta para sábado, um ataque de drones atingiu as instalações da petroleira Saudi Aramco e provocou um incêndio nas unidades de Abqaiq e Khurais, no deserto da Arábia. Horas depois, peritos abriram uma investigação e existem suspeitas de que os rebeldes houthis do Iêmen seriam os responsáveis pelo ocorrido, mas ainda não há confirmações. Também não há informações de feridos.

Em decorrência desse ataque, o preço do barril de petróleo disparou e poderá afetar ações de petroleiras. Hoje, por volta das 11h da manhã (horário de Brasília), o barril de Brent registrava alta de 9,52% e era negociado a US$ 66,95 no Intercontinental Exchange (ICE) de Londres. Já nos Estados Unidos, o barril WTI subia 8,71%, negociado a US$ 60,17.

Nesta segunda, após declaração do presidente Donald Trump autorizando o uso do estoque de emergência dos EUA para manter a estabilidade do mercado, o valor do barril caiu das altas.

Esteja sempre atualizado sobre o mercado de petróleo e gás através da Panorama Offshore. Tenha sempre em mãos informações sobre petróleo, gás, energias, pré-sal, biocombustíveis, gasolina, onshore, offshore e muito mais através das nossas redes: www.panoramaoffshore.com.br, www.facebook.com/panoramaoffshore e www.instagram.com/panoramaoffshore.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

6 comentários em “IEA fala sobre situação de ataque na Arábia Saudita

Deixe uma resposta