Leilões de petróleo devem atrair investimentos de US$ 60 bilhões para o Brasil

O ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, afirmou, no fim de semana, que os leilões de campos de petróleo que o governo pretende realizar em 2017 e 2018, pretendem atrair investimentos de até US$ 60 bilhões para o país.

Para este ano de 2017, devem acontecer três grandes leilões, dois nas áreas do pré-sal e um nas áreas do pós sal. Os campos e as regras devem ser apresentados durante a feira internacional Offshore Technology Conference, a maior feira mundial de petróleo, que acontece desde ontem 1º de maio e vai até o dia 4, em Houston, no Texas.

Está também em fase final de negociação com os estados, de acordo com Coelho, o prazo de extensão de 20 anos do Repetro (Regime Especial para o Setor de Petróleo), que garante isenção fiscal na importação de equipamentos para exploração e produção. Contudo, o regime não é consenso entre as petroleiras (maiores interessadas) e os fabricantes nacionais de equipamentos, que alegam desvantagens tributárias.

O ministro destacou também a Petrobras terá direito a não participar dos leilões. Pelas regras atuais, a estatal decide quais áreas quer disputar. Nessas, é obrigada e operar e a ter uma fatia mínima de 30% nos consórcios vencedores, mesmo se a sua proposta sair derrotada.

Mantenha-se informando sobre todas as notícias relacionadas ao mercado de petróleo, gás, energias, gasolina, combustíveis, Petrobras, onshore e offshore aqui na Panorama Offshore. Lembre-se: Seu negócio passa por aqui. Confira: www.panoramaoffshore.com.br   www.facebook.com/panoramaoffshore.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Deixe uma resposta