Lixo pode virar matéria-prima para novo biocombustível

Produtores de biogás estão debatendo a possibilidade de criar uma alternativa de combustível renovável a partir de aterros sanitários e resíduos orgânicos: o biometano. A proposta vem impulsionada pelo cenário promissor da aprovação do Novo Mercado do Gás, que depende agora do Congresso Nacional, bem como do fortalecimento da agenda ESG (Governança Ambiental, Social e Corporativa, na sigla em inglês).

Todos esses acontecimentos de 2021, somado à quebra do monopólio da Petrobras nos gasodutos, têm criado boas expectativas nos especialistas. Vale lembrar que a Nova Lei do Gás busca incentivar o consumo de gás natural, o que por consequência, deve impulsionar também projetos de geração de biogás e biometano.

O texto já está aprovado no Senado e irá liberar o acesso do biometano à rede de gasodutos – estimulando sua regulamentação pelos estados, que cuidam da política de distribuição do gás. No mais, como o biometano será produzido através do tratamento do biogás gerado nos aterros sanitários e nas estações de tratamento de esgotos (ETEs), o recém-aprovado marco do saneamento também é um ponto favorável para o desenvolvimento do projeto.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Deixe uma resposta