Ministro russo aprova redução de petróleo da Opep

Em reunião entre os países produtores de petróleo (Opep) realizada sábado, 10 de dezembro, em Viena, capital da Áustria, o ministro da Energia da Rússia, Alexander Novak congratulou o acordo para cortar a produção do óleo bruto e assim promover o equilíbrio da oferta e procura no mercado internacional, bem como impedindo a queda contínua do preço do petróleo.

O acordo, que tem validade de seis meses, propõe a redução da produção para 58 mil barris de óleo bruto por dia a partir do próximo ano. Em novembro, Organização dos Países Exportadores de Petróleo já havia concordado em cortar 1,2 milhão de barris por dia, totalizando quase 2% da oferta mundial de petróleo.

Perante esta conjuntura, a previsão é de que o preço do petróleo aumente para 60 dólares por barril, o que para os exportadores é um nível satisfatório.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Deixe uma resposta