O valor dos biocombustíveis ao meio ambiente

Os combustíveis são as matérias-primas responsáveis pela produção de energia. Eles são divididos em duas categorias:  fósseis – originados a partir da decomposição de resíduos orgânicos: petróleo, carvão mineral, gás natural, lixo – e os biocombustíveis – produzidos a partir da biomassa, uma alternativa mais sustentável se comparados aos combustíveis fósseis.

Biocombustíveis são fontes de energia renováveis que podem ser de origem animal – utilizando gordura de porco ou frango para a produção de biodiesel, por exemplo – ou vegetal – babaçu, beterraba, cana-de-açúcar, milho, soja, dentre outras culturas, e a partir deles são produzidos o bioetanol, e biomassas que geram energia

Assim como os combustíveis fósseis, os biocombustíveis também geram CO2 a partir da sua combustão, mas a diferença que os fazem mais sustentáveis está na sua produção: por se tratarem de combustíveis que se originam a partir dos vegetais, para a sua fabricação é necessário o plantio ou o extrativismo vegetal in natura. Assim, há compensação dos gases emitidos na produção.

Segundo a Agência Nacional de Petróleo (ANP), atualmente, o Brasil é o país pioneiro no uso dos biocombustíveis, sendo cerca de 45% da energia e 18% dos combustíveis renováveis.  

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Deixe uma resposta