Opep pode estender acordo de corte de produção de petróleo

O ministro de energia da Arábia Saudita, Khalid al-Falih, informou em entrevista que os membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) vêm se mostrando dispostos a estender o período de duração de corte na produção de commodity. A questão deve ser resolvida na próxima reunião do cartel agendada para acontecer em maio.

Segundo Falih, os países membros estão se esforçando para conseguir atingir a meta de redução de 1,2 milhão de barris por dia e apoiados por produtores de fora do grupo, como a Rússia, tem sido possível realizar os cortes de maneira acentuada. Apesar de alguns países não terem conseguido cumprir com a meta de redução, a Arábia Saudita cortou além do prometido, o auxiliou o equilíbrio do acordo. O reino cortou 300 mil bpd a mais que o combinado, segundo informações da Opep.

Contudo, os estoques do petróleo não têm recuado como o esperado. Mas, segundo o ministro saudita os níveis das reservas vêm sendo monitorados de perto por ele junto com outras autoridades e essa situação pode ser mudada antes da próxima reunião do grupo. Os primeiros países que solicitaram a extensão do período de cortes foi o Kuwait e o Irã, que, inclusive, oficialmente não tem meta de redução.



Deixe uma resposta