Novo gasoduto em Sergipe aumenta capacidade produtiva no País

A Petrobras iniciará a instalação do gasoduto, em Sergipe, para escoar gás natural dos reservatórios de Farfan, Barra e Muriú, nas áreas dos blocos exploratórios BM- SEAL – 10 e BM-SEAL-11, em águas profundas da Bacia Sergipe-Alagoas. O trecho possuirá 100 km submarino e 28 km terrestres pelo município de Barra dos Coqueiros.

O projeto será feito por um FPSO e deve produzir 100 mil barris por dia e 8,5 milhões de m³ por dia de gás natural interligado a 15 poços, sendo eles, cinco produtores de petróleo, quatro injetores de água conversíveis a gás, três injetores de água e três produtores de gás. O óleo será escoado por offloading, técnica muito utilizada no mundo offshore.

A estatal também visa a instalação de um segundo FPSO na região para desenvolver a produtividade dos reservatórios de Moita Bonita, concessão dos BM-SEAL-10 e BM-SEAL-4, e do Poço Verde, concessão do BM-SEAL-4A. O projeto ainda está em fase de estudo, porém está previsto para ocorrer no ano de 2020. O novo gasoduto irá aumentar a capacidade produtiva para os próximos anos, abastecerá a região do País, irá gerar mais empregos e desenvolvimento na área.

Acompanhe o portal da Panorama Offshore e fique por dentro de notícias sobre o mercado de petróleo, gás, energia, biocombustíveis, onshore e offshore. Lembre-se: seu negócio passa por aqui. Acesse: www.panoramaoffshore.com.br e www.facebook.com/panoramaoffshore

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *