Petrobras quer focar em Rio-SP e estados resistem

A Petrobras anunciou recentemente que pretende focar suas atividades no eixo Rio-São Paulo, vendendo seus ativos nas demais regiões, e governos estaduais do Norte, Nordeste e Sul vem reagindo contrários à decisão. A estatal justificou a escolha pela localização do pré-sal. Para conseguir sair dessas regiões, a petroleira terá que negociar dívidas ambientais, trabalhistas e tributárias.

Existem 164 áreas de produção de petróleo e gás da estatal espalhadas pelo país, e só 16 delas estão localizadas no eixo Rio-São Paulo. A Petrobras afirma que sua saída abrirá espaço para investimentos do setor privado nas regiões, mas representantes afirmam que aprofundará desigualdades regionais no Brasil. Deputados e representantes dos governos de seis estados lançaram mês passado a campanha “Petrobras, fica!”, através da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Petrobras no Congresso, que tem se reunido virtualmente.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Deixe uma resposta