Petrobras quer investir em FLNG para pré-sal

Após participar de debate no último dia da OTC Brasil 2019, o gerente executivo de Gás Natural da Petrobras, Rodrigo Costa Lima, afirmou que a instalação de um terminal flutuante de gás pode ser a solução para o escoamento da produção de novos campos do pré-sal. Caso o projeto seja adotado, deve ser definido até 2022 para ser implementado até 2025 em parceria com outras empresas do setor.

A proposta de FLNG (plataformas flutuantes equipadas para produzir e liquefazer gás natural produzido em campos marítimos) seria primeiro desenvolvido com o objetivo de fornecer gás nacionalmente, com cabotagem entre os terminais, mas a opção de comercialização no mercado internacional não está excluída pela estatal. O objetivo da Petrobras é criar essa infraestrutura de forma compartilhada com outros produtores.

Para Lima, ainda há desafios para a redução dos custos dessa tecnologia ao considerar que os preços do petróleo e do gás estão mais baixos. Porém, em mercados dependentes de termelétricas e quando as usinas estiverem preparadas, esse gás poderia ser exportado, o que garantiria uma vantagem.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Deixe uma resposta