Petróleo americano ameaça equilíbrio do mercado

Mais uma vez o superávit do petróleo americano volta a apertar o calo dos produtores, ameaçando o equilíbrio global do mercado. O aumento da oferta nos Estados Unidos prejudicará a totalização de reservas mundiais em 2018, compensando o corte realizado pelos membros da Opep. A informação é da Agência Internacional de Energia (IEA).

Segundo dados, o crescimento total da oferta poderia exceder o crescimento da demanda. A previsão do IEA era de que a oferta não-Opep aumentaria 1,3 milhão de bpd em 2018, mas o ritmo do crescimento do xisto americano fez a agência a aumentar a previsão da produção americana para 870 mil bpd para o próximo ano, ante previsão de um aumento de 790 mil bpd. O que tem deixado o mercado preocupado.

Continue acompanhando a Panorama Offshore e mantenha-se informado sobre tudo o que acontece no mercado de petróleo, gás, energias, biocombustíveis e combustíveis. Lembre-se: seu negócio passa por aqui!

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Deixe uma resposta