Primeiro óleo de Libra deve ser comercializado em janeiro

Segundo estimativas da Petrobras, a comercialização da primeira carga de petróleo do bloco de Libra, no campo de Mero, no pré-sal da Bacia de Santos, deve começar em janeiro de 2018. Com volume recuperável total estimado em 3,3 bilhões de barris de petróleo em águas profundas, o campo é considerado a maior reserva de óleo do Brasil.

De acordo com o gerente executivo do projeto de Libra, Fernando Borges, atualmente a produção ainda se mantém restrita porque não inclui a planta de gás usada no processo de exploração, mas, quando isso ocorrer, a quantidade de produção, que hoje é de 17,5 mil barris dia, aumentará gradativamente.

Durante a fase exploratória e de avaliação, foram perfurados oito poços de extensão na área do plano de avaliação e identificados reservatórios com óleo de “boa qualidade” e “alto valor comercial”. Já no restante da área foram perfurados três poços com geologias diferentes do campo declarado comercialmente, sendo necessários estudos mais profundos a fim de buscar entendimentos sobre o modelo geológico e os tipos de trabalhos exploratórios.

O consórcio de Libra é liderado pela Petrobras com participação de 40% em parceria com a Shell (20%); a Total (20%); a CNPC (10%) e a CNOOC Limited (10%). A gestora do contrato de partilha da produção é a Pré-Sal Petróleo S.A. (PPSA).

Acompanhe a Panorama Offshore e mantenha-se informado sobre tudo o que acontece no mercado de petróleo, energias, gasolina, combustíveis, Petrobras, onshore e offshore. Lembre-se: seu negócio passa por aqui. Confira: www.panoramaoffshore.com.br e www.facebook.com/panoramaoffshore.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

6 comentários em “Primeiro óleo de Libra deve ser comercializado em janeiro

Deixe uma resposta