Produção nacional de energia retrocede 4,2% em junho

Segundo dados divulgados pela Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), nesta quinta-feira (9), a geração de energia elétrica no Brasil recuou 4,2% em junho em comparação com o mesmo período de 2019. O resultado seria consequência da queda no consumo, ocasionada pelos impactos das medidas de combate à pandemia de Covid-19.

As usinas eólicas apresentaram a maior queda, de 7%. Em seguida, vieram as hidrelétricas, que tiveram redução de 4,6% nos volumes gerados, e as termelétricas, que produziram 2,7% menos energia do que no mesmo mês do ano passado.

Apenas as fazendas solares fotovoltaicas geraram mais em 2020. A alta de 34,8% foi reflexo da entrada de novas usinas no sistema ao longo do último ano, que ampliou a geração de 508 MW médios para 684 MW médios.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Um comentário em “Produção nacional de energia retrocede 4,2% em junho

Deixe uma resposta