Reino Unido ganha maior parque eólico do mundo

Com investimento de cerca de R$ 46,8 bilhões de reais, o Dogger Bank, o maior parque eólico offshore do mundo, será desenvolvido pela empresa norueguesa Equinor e a britânica SSE Renewables. As duas organizações venceram um leilão ocorrido no Reino Unido e poderão produzir o parque.

A previsão é de que a capacidade de geração enérgica supra o consumo de 4,5 milhões de residências, equivalente a 5% da produção da eletricidade inglesa, informa a Equinor.

Além disso, a instalação deve gerar energia mais barata que a queima de carvão nos próximos 10 anos. O leilão aconteceu na última sexta-feira (20), no Reino Unido, onde vários projetos eólicos foram fechados ao valor de 39,65 libras por megawatt-hora, um custo de 31% abaixo do valor de outro leilão semelhante, ocorrido há dois anos.

O diretor do Greenpeace no Reino Unido aprovou a iniciativa. “O que agora está claramente definido é que quanto mais eólicas construímos no mar, mais nossas contas vão cair”, disse John Sauven, diretor do Greenpeace na costa da Inglaterra.

Esse fato mostra como a energia eólica offshore, antes considerada uma das mais caras do ramo E&P, está mudando seu formato e se tornando mais acessível e de resultados sustentáveis. De acordo com informações da companhia de dados e tecnologia Bloomberg, outras grandes empresas de energia em todo o mundo planejam investir nesse modelo até 2030.

Confira essa e outras notícias na Panorama Offshore. Tenha as últimas informações sobre petróleo, gás, energias, pré-sal, biocombustíveis, gasolina, Petrobras, offshore e muito mais! Nos acompanhe nas redes sociais através do www.panoramaoffshore.com.br, www.facebook.com/panoramaoffshore e www.instagram.com/panoramaoffshore.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Deixe uma resposta