Setor renovável atrai novas empresas

Segundo a Empresa de Pesquisa Energética (EPE), o segmento renovável vai receber investimentos de R$ 50 bilhões a R$ 70 bilhões com a criação de parques renováveis próximos aos grandes centros de consumo nos próximos dez anos. O avanço das fontes renováveis no Brasil tem aumentado a disputa entre novas e gigantes empresas do setor de energia.

Entre os fatores que impulsionam novos projetos renováveis nas empresas estão a maior preocupação com a agenda ambiental, a instabilidade dos preços da conta de luz e a queda de até 60% nos custos das energias solar e eólica desde 2015. 

Um exemplo é o Grupo Gera, que planeja investir R$ 200 milhões para ampliar sua capacidade para 55 megawatts até o fim de 2021. Em entrevista para O Globo, o presidente do grupo, Ramon Oliveira, afirmou que já estão em construção no Rio projetos de biogás e solar, que ficarão prontos em julho do ano que vem:

A francesa GreenYellow também pretende ampliar sua capacidade de 30 megawatts para 130 megawatts até 2022 e levantar R$ 500 milhões em investimentos, com usinas solares no Estado do Rio.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Deixe uma resposta